“Vai embora, Catani!” Deputado é expulso de acampamento em Itanhangá

O deputado estadual Gilberto Cattani (PL) foi expulso de um assentamento da reforma agrária em Itanhangá (a 475 km de Cuiabá), na tarde desta quinta-feira (7). Moradores do assentamento filmaram a situação.

A ironia é que a base eleitoral de Cattani é justamente nos assentamentos da reforma agrária. Ele é assentado da comunidade Pontal do Marape, em Nova Mutum, de onde despontou no movimento de Jair Bolsonaro (PL), em 2018, até alcançar a Assembleia Legislativa. Foi eleito suplente e ocupou a cadeira deixada por Silvio Favero, que morreu vítima da covid-19.




Na visita que fez hoje a Itanhangá, foi acusado pelos assentados de estar “contra” o movimento e foi expulso aos gritos. VEJA VÍDEO



REPÓRTER MT