Produtores em Mato Grosso negociam 40% da safra atual de milho, constata instituto

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária informou que a venda safra 2020/21 avançou 2,97 pontos percentuais, mês passado, ante a outubro e totalizou 95,05% da produção já negociada, valor inferior ao da safra anterior e da média dos cinco anos para o mesmo mês.



Para a safra 2021/22, fatores como o maior valor da cotação do milho futuro na CME-Group em relação ao contrato corrente, a alta do dólar e o momento otimista de uma semeadura dentro da janela ideal, motivaram os produtores do Estado a negociar maiores volumes em novembro, no qual, 40,95% da produção já foi comercializada a um preço médio de R$ 62,82/saca.


Por fim, o IMEA divulgou a primeira estimativa de comercialização para a safra 2022/23, que ainda se encontra tímida

em vista do momento de alta dos insumos, sendo que em novembro apenas 1,51% da produção foi negociada em Mato Grosso.


Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)