Produtores concluem plantio da safra de algodão em Mato Grosso

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) informou que a semeadura do algodão foi concluída, há poucos dias, e as chuvas estiveram presentes em boa parte do progresso a campo, o que dificultou a retirada da soja e limitou a disponibilidade de áreas para o cultivo da segunda safra em algumas regiões do Estado.



“No entanto, o ritmo empregado nas lavouras permitiu que o cultivo ficasse acima do observado na safra passada. Além disso, o produtor do estado conseguiu semear mais de 75% das áreas previstas dentro da janela “ideal” do algodão (até o

fim de janeiro), o que pode diminuir os ricos com a produtividade em relação à safra passada. Daqui em diante, os olhares se voltam para o controle da sanidade das lavouras e principalmente ao clima”, aponta o instituto, no boletim semanal do algodão.


“Para os próximos 30 dias, as chuvas devem continuar e, segundo os dados do TempoCampo, o acumulado de precipitações pode alcançar de 200 a 300 milímetros em grande parte do Estado, o que confirmado, contribuirá para o desenvolvimento das lavouras em Mato Grosso


Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)