Prefeitura e Estado retomam cirurgias eletivas em Tapurah.


Com o avanço da vacinação tem reduzido o número de pacientes da Covid 19 no Brasil, com isso governos e hospitais se mobilizam para atender a demanda represada durante a pandemia: cirurgias eletivas, (não urgente) exames e consultas adiadas voltam a serem feitas.



Em Tapurah, a secretária de saúde Izaida Altoé informou que o prefeito Carlos Capeletti, investiu 100 mil reais para a resolver boa parte do problema “Tínhamos demanda de pessoas desde 2017, e precisávamos acabar com a fila” disse Izaida.


Segundo a secretária existe um projeto do governo do Estado para zerar a fila, pois “a media e alta complexidade não é de responsabilidade do município e sim do estado que resolveu fazer uma parceria com os municípios” disse.


“Pelos cálculos a prefeitura vai gastar mais 100 mil reais que é nossa contrapartida para resolver estas cirurgias que estão pendentes na fila do estado e na fila do Hospital Regional de Sorriso, o prefeito já disponibilizou este recurso” finalizou Izaida.