“Podemos atender os mais necessitados por mais tempo”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta 3ª feira (28.set.2021) que o governo pode ajudar aos mais necessitados “por mais algum tempo”. Ele falava sobre o impacto da pandemia na população mais pobre em evento do qual participou em Teixeira de Freitas (BA).



Na cidade, Bolsonaro e sua comitiva inauguraram uma Estação Cidadania, complexo esportivo com foco na população vulnerável, entregaram títulos de propriedades rurais e fizeram o anúncio de duplicação da BR-116 e da BR-101:


“Temos que trabalhar, sim, para atender a esses que ainda não retornaram ao mercado de trabalho. O Brasil é grande, é prospero, temos um país rico e podemos atender aos mais necessitados por mais algum tempo. E pedimos a Deus que a pandemia se vá logo embora”, disse o presidente a seus apoiadores na cerimônia.


No evento, o ministro da Cidadania, João Roma, presenteou Bolsonaro com um colete personalizado com a marca do novo programa social do governo, que substituirá o Bolsa Família. O presidente discursou vestido com o presente.


Bolsonaro lamentou-se em sua declaração pela situação pela qual passa o país, mas afirmou que o governo tem feito o possível. “Às vezes me pergunto: como chegamos até aqui? Como estamos sobrevivendo? Como estamos nos comportando ainda durante uma difícil fase da pandemia? Com consequências terríveis não só para o Brasil como bem para todo o mundo”, declarou.


O chefe do Executivo citou a inflação, a seca e o aumento no preço da energia como alguns desses impactos negativos. “Falei com o [ministro] João Roma: o que leva esse povo, num momento difícil ainda que estamos vivendo, estar ao nosso lado? Ele respondeu: é a fé, a esperança, a certeza de que estamos dando o melhor”.


O presidente voltou a falar sobre as manifestações pró-governo do 7 de Setembro. “Nós temos a certeza, como demonstrado no último dia de 7, que não abriremos mão [de liberdade]. Com liberdade, esperança e fé venceremos quaisquer desafios”, disse.


ENTREGAS

Estação Cidadania – o programa é um legado de infraestrutura esportiva dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016. O objetivo é ampliar a oferta de infraestrutura de equipamento público esportivo qualificado e incentivar a iniciação esportiva em regiões de vulnerabilidade social das grandes cidades;


A unidade de Teixeira de Freitas é a 5ª a ser inaugurada na Bahia, com investimento de R$ 3,3 milhões. O equipamento conta com ginásio poliesportivo para a prática de até 13 modalidades olímpicas e uma não olímpica, além de quadra poliesportiva externa.


Títulos de propriedades rurais – no evento em Teixeira de Freitas, foram entregues títulos de propriedades rurais que atenderão a famílias das regiões. Na ocasião, o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) fizeram a entrega simbólica de títulos a produtores rurais.


Duplicação da BR-116 e BR-101 – o governo fez a entrega simbólica de trechos de pista duplicada. O segmento liberado faz parte de um lote com 40,34 quilômetros de extensão e está localizado no trecho que liga Feira de Santana, 2ª maior cidade baiana e polo comercial da região, à cidade de Santa Bárbara. A duplicação da BR 101-BA faz parte de lote executado com 22 quilômetros de pavimento rígido.