Novo levantamento aponta aumento na área plantada de milho em MT; 6,3 milhões de hectares

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) constatou que, com a manutenção do panorama favorável para a cultura do milho em Mato Grosso, revisou as estimativas da safra do cereal. Com a semeadura da safra 2021/22 do milho atingindo a sua reta final, há poucos dias. foi observado um incremento nas áreas esperadas. A estimativa da área destinada ao cultivo do cereal no Estado foi reajustada em 0,40% ante o último relatório, ficando projetada em 6,30 milhões de hectares.



“Assim, a área apresentou um incremento de 7,86% quando comparado à safra passada. Entre as regiões, se destacaram a norte, nordeste e noroeste, que reportaram um aumento de 16,24%, 13,14% e 10,27% ante a safra anterior, respectivamente. Por outro lado, o Instituto manteve a produtividade estimada em 107,31 saca/hectare, devido a grande parte das áreas semeadas dentro da janela ideal e os modelos climáticos indicando volumes de chuva acima da média nos próximos meses. Por fim, com a alteração da área, a produção esperada para Mato Grosso passa a ser estimada em 40,56 milhões de toneladas”, conclui o instituto.

Só Notícias/Agrontícias (foto: Só Notícias/arquivo)