Nome de conjunto habitacional vira polêmica após áudios vazados de vereadores.


O presidente da Câmara Municipal de Tapurah, Elizeu e o vereador Leandro Frizzo se envolveram em uma polêmica após o vazamento de uma troca de áudios em um grupo no WhatsApp da Câmara.



A conversa era sobre a votação sobre a escolha do nome para o conjunto habitacional recém inaugurado em Tapurah que que recebeu no nome de “residencial Euridice Gomes da Silva” mãe da primeira-dama de Mato Grosso, Virgínia Mendes.


A polêmica se deu após a Tv Buritis fazer críticas ao nome escolhido sugerindo que fosse dado nome de pioneiros do município já falecidos.


Os áudios ganharam as redes sociais onde muitas pessoas se revoltaram com a fala do presidente da Câmara e também do vice presidente ouça o áudio abaixo: