Mauro Mendes é confirmado em convenção candidato à reeleição e diz que debate será com eleitor

O União Brasil oficializou, esta noite, em Cuiabá , a candidatura à reeleição do governador Mauro Mendes, no evento que reuniu senadores, deputados, prefeitos e diversas lideranças. O candidato a vice é Otaviano Pivetta (Republicanos) também aprovado, hoje, em convenção repetindo a chapa de 2018. A majoritária tem o senador Wellington Fagundes (PL) com Mauro apoiando Bolsonaro a presidente e tendo seu apoio.


“Meu debate não é com os adversários. Meu debate é para convencer o eleitor, o cidadão, daquilo que nós fizemos e daquilo que nós poderemos continuar fazendo nos próximos 4 anos”, disse. “Vamos mostrar que Mato Grosso está no rumo certo e esse rumo não pode e não vai ser mudado porque Deus não quer e a maioria da população não quer, a maioria da população quer um Estado que respeite o cidadão, que pague os seus impostos mas que esses impostos retornem”, declarou referindo-se às ventando de obras em sua gestão.



“ Não é à toa que 140 prefeitos assinaram uma carta o apoiando e dizendo porque que apoiam”. “Claro que, agora, a partir do momento que eu faço essa coligação com Wellington, todos os dias eu vou trabalhar para a minha candidatura, mas vou trabalhar também para a candidatura do Wellington Fagundes e do Mauro Carvalho”, emendou.


Ontem, o governador criticou o senador Carlos Favaro, a quem apoiou para se eleger senador e ontem anunciou apoio para Márcia Pinheiro (PV), sua adversária e classificou seu ato como “muita ingratidão. Hoje, Mauro falou em “lealdade, precisamos ser leais, precisamos ter gratidão, precisamos caminhar um ao lado do outro, caminhar sempre nos objetivos de cada um tem”, declarou, sem mencionar nomes.