ITANHANGÁ: Possivel retomada de lotes preocupa assentados

O INCRA lançou um edital, onde convoca pessoas a se inscreverem para receber lotes de possível retomadas, do PA Tapurah/Itanhangá.


Mas estas retomadas podem não acontecer e se acontecer, pode levar mais de 20 anos, pois os assentados vão se defender na justiça.



Agora, tomar lotes de que quem está em cima da terra há quase 30 anos, que derrubou a mata, corrigiu a terra e a tornou produtiva, será uma injustiça muito grande.


Quando o assentamento foi criado, o INCRA incentivou grupos familiares a ocupar os lotes e hoje querem tomar a terra deles.


As autoridades, entidades e população em geral, precisam se unir e fazer um manifesto e fazer com que chegue aos deputados estaduais e federais, governador a até o Presidente Bolsonaro, para que tomem conhecimento e não deixem que trabalhadores que estão produzindo alimentos, sejam arrancados de sua terra.



Itanoticias