Ipespe: Potencial de voto em Simone Tebet cresce 11 pontos em uma semana

Pesquisa Ipespe divulgada nesta sexta-feira, 27, mostra que o número de eleitores dispostos a votar na pré-candidata do MDB, senadora Simone Tebet (MS), cresceu 11 pontos porcentuais em uma semana.


Em 20 de maio, 3% afirmavam que com certeza votariam em Simone e outros 14% responderam que poderiam votar, totalizando 17%. Agora, são 5% e 23%, respectivamente, ou 28%.


O nome de Simone Tebet foi escolhido pelo MDB e pelo Cidadania na terça-feira, 24, para representar a candidatura de consenso do centro democrático. O aval ainda precisa ser dado pelo PSDB, única sigla da chamada terceira via que não formalizou o apoio à senadora.



Segundo o Ipespe, caiu o número de eleitores que afirmam não conhecer a pré-candidata do MDB “o suficiente”. Eram 45% e passaram a 38% no levantamento divulgado nesta sexta. Também teve queda - de 37% para 34% - o porcentual de eleitores que dizem não votar em Simone Tebet “de jeito nenhum”.

De acordo com a pesquisa estimulada do Ipespe, a senadora oscilou de 2% para 3% das intenções de voto entre uma semana e outra.


Já o potencial de voto do pré-candidato Ciro Gomes (PDT) se manteve estável no mesmo período, de acordo com o levantamento. Em 20 de maio, 11% afirmavam que com certeza votariam no ex-ministro e outros 43% responderam que poderiam votar, totalizando 54%. Agora, são 12% e 41%, respectivamente, ou 53%. Apenas 4% afirmam não conhecer “o suficiente” o pré-candidato do PDT.


O número de eleitores dispostos a votar no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e no presidente Jair Bolsonaro (PL) também ficou estável entre uma semana e outra.


Na pesquisa de 20 de maio, 44% afirmavam que com certeza votariam no petista e outros 12% responderam que poderiam votar (potencial de voto de 56%). Agora, são 45% e 11%, respectivamente, ou 56%.


Em 20 de maio, 32% afirmavam que com certeza votariam em Bolsonaro e outros 8% responderam que poderiam votar, um total de 40%. Nesta rodada, o número dos que com certeza votariam no atual presidente se manteve em 32%, e o dos que poderiam votar oscilou para 9% (potencial de voto de 41%).


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lidera a corrida com 45%, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro, com 34%, e Ciro, com 8%. João Doria (PSDB), que desistiu da corrida à Presidência na segunda-feira, 23, ainda aparece no levantamento, com 2%, mesmo número de Simone Tebet.


A pesquisa foi realizada por telefone entre os dias 23 e 25 de maio de 2022, com mil entrevistados de todas as regiões do País. A margem de erro estimada é de 3,2 pontos porcentuais, com um intervalo de confiança de 95,5%. O levantamento está registrado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-07856/2022.