Instituto prevê que Mato Grosso vai ampliar em 65% volume de milho vendido no exterior

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) informou que Mato Grosso exportou 104,37 mil toneladas de milho em abril. Com isso, os embarques do Estado já somam 15,57 milhões de toneladas na safra 2020/21 (que vai de julho do ano passado até o próximo mês), o que representa um recuo de 30,39%. em relação ao mesmo período da

temporada passada.



A queda do montante enviado ao exterior está relacionada à redução na oferta do cereal no estado, devido aos atrasos no período da semeadura e estresse hídrico durante o período de desenvolvimento do cereal no último ano. Assim, com a colheita da próxima safra 2021/22 se aproximando, é esperado que os volumes embarcados aumentem a partir do mês de julho no Estado. E, devido as perspectivas de aumento da produção mato-grossense e oferta mundial mais limitada – reflexo dos atrasos na semeadura do milho nos Estados Unidos e redução na produção da Ucrânia – o IMEA projeta crescimento de 61,85% nos embarques em Mato Grosso para a próxima safra em 25,20 milhões de toneladas.


Só Notícias/Agronotícias (foto: Só Notícias)