Importação de fertilizantes para Mato Grosso bate recorde e instituto alerta escassez global

O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA) constatou as importações de fertilizantes para lavouras no Estado atingiram o maior volume da série histórica, em setembro. O volume teve evolução de 10,14% em relação a agosto somando 977,54 mil toneladas.



Se comparado o volume adquirido pelo estado até setembro com o acumulado de janeiro a setembro do ano passado, as compras deste ano superam em 29,09%, indicando um maior investimento por parte dos produtores, bem como o aumento na área semeada. Assim, o instituto estima que cerca de 95% dos fertilizantes já foram recebidos nas fazendas, e a expectativa é de que 100% das entregas sejam realizadas até o fim do semeio, informa, no boletim semanal da soja, divulgado ontem.


“Dessa forma, apesar da atual restrição nas exportações dos fertilizantes da China e Bielorrússia – principais

ofertantes mundiais -, o nível das importações em Mato Grosso revela que a oferta dos insumos para a safra 2021/22 da oleaginosa está garantida. Por outro lado, a situação traz um alerta para a segunda safra, que pode ser impactada pela escassez global dos fertilizante”, conclui.


Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)