Governador fala com Neri Geller e diz que não fechou compromisso com candidato ao Senado

O governador Mauro Mendes (União Brasil) confirmou, há pouco, que conversou hoje com o deputado federal Neri Geller (PP), pré-candidato a seandor, sobre a composição de palanque aberto (tendo ele, Wellington Fagundes e Natasha Slhessrenko como candidatos) e coligações para as eleições.



Mauro contou que explicou a Neri como funcionaria o palanque aberto. “Disse a ele que a coligação seria dos partidos com o União Brasil. Pois não haveria lógica não ter a coligação com todos. Contudo, em momento algum afirmei que teria fechado com senador A ou B”, explicou o governador, negando que tenha cravado apoio à reeleição de Wellington Fagundes (PL).


Em nota, o União Brasil esclareceu que mantém as tratativas com seu grupo político para as convenções que acontecem sexta-feira (5), último prazo, “e o diálogo continua”.


Geller tem articulado com partidos da federação (PT, PV, PC do B) aliança para fechar sua chapa ao Senado e com candidato ao governo do Estado. Ela anunciou que havia sido definido que a primeira dama da capital, Marcia Pinheiro (MDB), é 1ª suplente em sua chapa, porém ela poderá ser candidata ao governo.


O senador Carlos Fávaro (PSD), principal aliado de Neri, voltou a ser pressionado para ser candidato ao governo. Semana passada, ele confirmou que não disputaria e sinalizou em apoiar a reeleição de Mauro.


Só Notícias (foto: JL Siqueira/arquivo)