China faz movimento para reabrir todas as fábricas de fertilizantes que estão paradas

O planejador estatal da China disse hoje (18) que todas as regiões precisam garantir fornecimento e preços estáveis ​​de fertilizantes, e pediu a rápida retomada da produção em todas as empresas fechadas.


Os preços dos fertilizantes aumentaram globalmente desde o ano passado devido à forte demanda e aos altos preços da energia.



A China, um grande produtor de fertilizantes, já restringiu as exportações e ordenou uma investigação sobre oferta e preços.


A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC) não deu detalhes sobre quanto da produção foi suspensa, ou se houve suspensão, mas um aumento nos casos de Covid-19 levou algumas fábricas a interromper as operações.


O documento da NDRC também traçou outras medidas críticas para garantir a segurança alimentar, incluindo o fortalecimento da gestão da safra de trigo após um atraso no plantio no ano passado.


Reiterou ainda a necessidade de expandir “vigorosamente” a produção de soja e óleo e expandir o cultivo de milho sempre que possível.