Câmara aprova projeto para profissionais TDI e apoio para 30 horas

A Câmara de Tapurah aprovou o projeto de lei onde contempla uma reivindicação antiga para os profissionais da educação Apoio e TDIs Técnicos de desenrolamento infantil com a obrigação de cumprir 30 horas de trabalho semanal e não mais 40 horas.

Serão 30 horas com o mesmo salário de 40 horas segundo o vereador Cleomar “desde a administração de Milton Geller quando aprovado o plano de carreira” já havia este entendimento “ O Estado todo é 30 horas”.

]

O vereador fez questão de parabenizar o prefeito Carlos Capeletti pelo projeto e aos vereadores que aprovaram e votação única por unanimidade.


Com um piso salarial de R$ 4.349,55 para jornada de trabalho de 30 horas semanais, Mato Grosso se destaca no ranking entre todos os estados do país como o terceiro melhor salário pago aos professores.


Esse valor está bem acima do piso nacional do magistério, que é de R$ 2.557,74 para 40 horas e segue o que estabelece a Lei 11.738/2008, a qual institui o piso salarial nacional dos profissionais do magistério público da Educação Básica.