Bolsonaro ironiza morte de crianças para Covid-19: ‘É um número insignificante’

Neste sábado (22), o presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou que a Covid-19 matou “um número insignificante” de crianças. Mesmo com a aprovação da Anvisa para a vacinação infantil, o chefe do Executivo segue sendo contra a imunização de crianças.



“Algumas morreram? Sim, morreram, lamento profundamente, mas é um número insignificante, tem que levar em conta se elas tinham comorbidade também”, declarou Bolsonaro, durante uma conversa com jornalistas em Eldorado, no interior de São Paulo.


Para Jair, a internação de crianças não comprometeu o número de leitos disponíveis para pacientes infectados pelo vírus. “Eu quero a paz, a tranquilidade, que a população decida seu destino. Se você analisar 2020 e 21, mesmo na crise do coronavírus, ninguém ouviu dizer que estava precisando de UTI infantil, não teve”, disse.